Presidente do TJPB nega pedido do SINTAJ e causa indignação dos servidores